quarta-feira, 17 de maio de 2017

Mãe... EMOÇÕES, CORAÇÃO e OUVIDOS!


Eu nunca pensei em ter filhos. Achava que o meu amor pelo trabalho e pelo meu companheiro da época já eram suficientes para aquecer totalmente o meu coração.

Resisti bastante para sair da zona de conforto que eu estava, afinal ela tinha sido conquistada com muito esforço.
Mas chegou a hora de tentar, mesmo com muito medo de perder o que eu já tinha por não dar conta de tudo que viria pela frente.

Hoje, mãe de duas filhotas lindas, vejo meu "engano" claramente: se eu achava que conhecia o amor antes disso, eu estava re-don-da-men-te enganada! Depois de ser mãe, passei a me perguntar COMO eu pude pensar um dia em não conhecer esse privilégio? Em que planeta eu estava quando pensava esse absurdo?
Acima de tudo, POR QUE eu tive tanto medo de ter filhos, se eu gosto de desafios? 

Não tenho certeza das respostas, mas mesmo assim, sou MUITO grata ao Universo por ter tido essas duas oportunidades maravilhosas. 

Como especialista em ouvido, quero passar para vocês algumas informações preciosas. Desde o início da gestação, seu filho já pode ser emocionalmente influenciado só porque já tem OUVIDOS funcionantes. Não é legal? 
1) Ele pode ouvir sua voz de mãe feliz porque está grávida. Ouvindo, ele sente...
2) Ele pode ouvir as músicas calmas que você coloca especialmente para ele enquanto passa a mão na própria barriga e fala com ele. Ouvindo, ele sente...
3) Ele pode ouvir as conversas que você tem com o pai sobre como vocês estão esperançosos com a chegada dele e a vida nova. Ouvindo, ele sente...
Mas...
4) Ele também pode ouvir quando você fala coisas que não são as melhores que poderiam sair de sua boca. Ouvindo, ele sente...

Percebeu a importância?

Portanto, dê valor ao fato de ser mãe e cuide bem do que os ouvidos dele vão ouvir de você, dentro ou fora de sua barriga. 

Os ouvidos são muito importantes na nossa vida, desde o comecinho, pois o conteúdo e a forma pela qual os sons chegam gera emoções diversificadas que serão a base do perfil de cada pessoa!
Desejamos um Dia das Mães inesquecível, assim como essa foto de um bebê que abraça a mãe assim que nasce: um verdadeiro privilégio!

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Post 5 de 5 - Associação dos medicamentos a outros métodos que podem recuperar a saúde


Olá! Agora vamos falar de outras formas de acelerar a recuperação da sua saúde junto com os medicamento. Todas elas estão perto de você, quer ver?


1) A primeira, e mais importante, pode estar na sua geladeira e na sua despensa: alimentação saudável e hidratação! Em qualquer idade, em qualquer lugar ou em qualquer época do ano, você pode ESCOLHER se alimentar bem! Eu sei que alguns alimentos e bebidas têm um sabor gostoso e te dão prazer de consumir, mas depois que você os engole e deixa de sentir o gosto, infelizmente eles começam a comprometer sua saúde. Aí, o corpo manda a conta mais tarde, por meio de várias doenças que se desenvolvem aos poucos em quem escolhe consumir excesso de doces, refrigerantes, cafeína, gorduras, frituras, álcool, cigarro, etc. Hidratar-se bem com água pura, água de coco ou chás de plantas e flores é igualmente fundamental para a saúde! Então escolha o certo, preencha sua geladeira e sua despensa com produtos saudáveis e aproveite para ser um bom exemplo para sua família e amigos.


2) A segunda, pode estar no quarteirão onde você mora ou até mesmo no seu lar. Atividade física regular! Faz bem para o corpo e para a mente!!! Ahh, você não gosta de puxar peso na academia? Não tem problema... procure uma atividade que te dê prazer: caminhar/correr/pedalar na rua, no parque ou no clube, ou ainda, assistir um vídeo/DVD/blueray de dança ou outros exercícios que goste na sua TV. Se você é da 3ª idade, aproveite ainda mais, pois atividade física específica está super na moda. Pesquisas mostram que o ideal é combinar exercícios aeróbicos (que melhoram seu condicionamento físico, sua parte cardíaca, respiratória, digestiva, cerebral e emocional) com exercícios anaeróbios, como alongamento e musculação (que melhoram sua força, equilíbrio e flexibilidade, evitando o perigo das quedas e fraturas). As desculpas esfarrapadas que os pacientes arrumam sobre não ter tempo são as maiores armadilhas que eles podem fazer para si mesmos. Geralmente, quem diz que não tem tempo para atividade física é porque não gosta ou não está a fim de sair da zona de conforto. Escolha errada!!!

3) A terceira é cuidar MUITO BEM da sua mente e dos seus pensamentos! Existem vários métodos para isso. Tradicionalmente os médicos recomendam alguma forma de terapia psicológica (terapia cognitivo-comportamental, psicanálise, terapia breve etc). Pesquisas recentes também têm comprovado o efeito benéfico da meditação, da yoga e do tai-chi-chuan. A mente é nosso carro-chefe, por ter bons pensamentos e boas atitudes faz muita diferença para a manutenção ou recuperação da saúde.

Viu só? Fala a verdade! Não existe desculpa forte o suficiente para te manter afastado de uma boa saúde, se você realmente quiser ter qualidade de vida. O lado bom de tudo isso que nós aprendemos nesses vídeos é que nós temos OPÇÃO sobre como levar a vida.

Escolha a coisa certa! Seu corpo e sua mente agradecem pelo seu esforço...


Um brinde à sua saúde!